ENSINO MÉDIO NOTURNO: políticas educacionais e vida cotidiana nas escolas

Revista Espaço do Currículo

Endereço:
Via Expressa Padre Zé - S/N - Cidade Universitária
João Pessoa / PB
58900-000
Site: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec
Telefone: (83) 3043-3170
ISSN: 1983-1579
Editor Chefe: Maria Zuleide Pereira da Costa
Início Publicação: 29/02/2008
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Humanas, Área de Estudo: Educação

ENSINO MÉDIO NOTURNO: políticas educacionais e vida cotidiana nas escolas

Ano: 2020 | Volume: 13 | Número: 3
Autores: Amanda Fernandes de Souza; Inês Barbosa de Oliveira
Autor Correspondente: Amanda Fernandes de Souza | ama[email protected]

Palavras-chave: Ensino médio noturno. Cotidiano escolar. Currículos praticadospensados. Emancipação social.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A questão do Ensino Médio no Brasil nunca foi um ponto de acordo entre os diversos atores envolvidos no processo. Isso porque há perspectivas diferentes de compreensão das funções e objetivos desse segmento da educação básica. As reflexões presentes neste texto fazem parte dapesquisa de mestrado finalizada e tem como objetivo produzir conhecimentos sobre o Ensino Médio Noturno (EMN), e contribuir para a discussão acerca de práticas político-pedagógicas e suas relações com as condições de vida e aprendizagem desses estudantes,buscando refletir sobre suas práticas curriculares e uma possível propagação das redes de saberesfazeres voltadas à formação desses estudantes, para assim colaborar para a inclusão social e educacional deles. Uma vez que o EMN não vem sendo contemplado, em suas especificidades, nas discussões da Educação Básica.Buscamos pistas para compreender de que modo, em uma escola estadual noturna, na Zona Norte do município do Rio de Janeiro, são concebidas e concretizadas as práticas curriculares em suas diversas dimensões. E para isso, traremos uma narrativa feita a partir da observação do movimento cotidiano no espaçotempo pesquisado. De forma a desinvisibilizar tais práticas, e destacar seu potencial criativo e produtor de emancipação social.



Resumo Inglês:

The issue of secondary education in Brazil has never been a point of agreement between the various actors involved in the process. This is because there are different perspectives for understanding the functions and objectives of this segment of basic education. The reflections present in this text are part of the master's research that is in finished and aims to produce knowledge about Night High School (EMN), and contribute to the discussion about political-pedagogical practices and their relationship with the living and learning conditions of these students, seeking to reflect on their curricular practices and a possible spread of knowledge networks aimed attraining these students, to collaborate for their social and educational inclusion. Since the EMN has not been included, in its specificities, in the discussions of Basic Education.We look for clues to understand how, in a state night school, in the North Zone of the city of Rio de Janeiro, curricular practices in their different dimensions are conceived and implemented. And for that, we will bring a narrative made from the observation of the daily movement in the space researched. In order to disinvisit such practices, and highlight its creative potential and producer of social emancipation.



Resumo Espanhol:

El tema de la educación secundaria en Brasil nunca ha sido un punto de acuerdo entre los distintos actores involucrados en el proceso. Esto se debe a que existen diferentes perspectivas para comprender las funciones y objetivos de este segmento de la educación básica. Las reflexiones presentes en este texto son parte de la investigación del máster finalizado y tienen como objetivo producir conocimiento sobre High School at Night (EMN), y contribuir a la discusión sobre las prácticas político-pedagógicas y su relación con las condiciones de vida y aprendizaje de estos estudiantes, buscando reflexionar sobre sus prácticas curriculares y una posible difusión de redes de conocimiento orientadas a la formación de estos estudiantes, para colaborar por su inclusión social y educativa. Dado que la REM no ha sido incluida, en sus especificidades, en las discusiones de Educación Básica. Buscamos pistas para entender cómo, en una escuela nocturna estatal, en la Zona Norte de la ciudad de Río de Janeiro, seconciben e implementan prácticas curriculares en sus diversas dimensiones. Ypara eso, traeremos una narrativa hecha a partir de la observación del movimiento cotidiano en el espacio investigado. Con el fin de desinvisitar tales prácticas, y resaltar su potencial creativo y productor de emancipación social.