ESTUDO DE MÉTODOS NATURAIS PARA REDUÇÃO DE DOENÇAS FÚNGICAS EM SEMENTES NATIVAS DA REGIÃO AMAZÔNICA

Higiene Alimentar

Endereço:
Rua das Gardênias, 36 - Mirandópolis
São Paulo / SP
04047010
Site: http://www.higienealimentar.com.br
Telefone: (11) 5589-5732
ISSN: 26750260
Editor Chefe: JOSÉ CEZAR PANETTA
Início Publicação: 01/01/2020
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Agrárias, Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Multidisciplinar

ESTUDO DE MÉTODOS NATURAIS PARA REDUÇÃO DE DOENÇAS FÚNGICAS EM SEMENTES NATIVAS DA REGIÃO AMAZÔNICA

Ano: 2022 | Volume: 36 | Número: Não se aplica
Autores: Rafaela Assumpção; Marcos Mourão Santa Brígida; Raquel Soares Casaes Nunes
Autor Correspondente: Raquel Soares Casaes Nunes | [email protected]

Palavras-chave: Contaminação. Fungos. Cacau. Pupunha. Tucumã do Amazonas

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Existe uma preocupação na produção de alimentos com a segurança sanitária desde o processo de cultivo até a sua expedição aos centros comerciais. Uma das maiores contaminações em sementes por suas características físicas e químicas, é a contaminação fúngica devida à acidez e umidade dos frutos. As doenças fúngicas entre elas, antracnose, vassoura de bruxa e podridão parda são consideradas importante doenças em pós colheita, ocorrendo, principalmente, sob condições de alta umidade relativa do ar e temperaturas elevadas (26ºC a 28ºC). Dentre as sementes da região Amazônica, destacam-se sementes de (cacau- Theobroma cacao L., pupunha- Bactris gasipaes, tucumã da Amazonas-Astrocaryum aculeatum), que apresentam problemas de contaminação fúngica durante o sistema de cultivo. Métodos de biocontroles   com ação antimicrobiana: bactérias endofíticas, rizobactérias e fungo Trichoderma ssp, entre outros estão sendo estudados para a redução destas contaminações fúngicas em estudos in vitro e no campo. O objetivo deste trabalho é apresentar uma revisão bibliográfica sobre a utilização de métodos de biocontrole como uma alternativa promissora no manejo de doenças de plantas na fase de pós-colheita, com excelentes resultados em culturas de grande importância econômica. Assim novas alternativas ecologicamente sustentáveis demonstram a possibilidade de os produtos estudados serem utilizados no manejo da antracnose na pós-colheita.

Palavras-chave: Contaminação. Fungos. Cacau. Pupunha. Tucumã do Amazonas

  



Resumo Inglês:

There is a concern in food production with health security from cultivation process to its dispatch to  redistribution centers. One of the biggest contaminations in seeds due to their physical and chemical characteristics, is the fungal contamination due to the acidity and humidity of the fruits. Fungal diseases including anthracnose, bruca’s broom and brownrot are considered important diseases in post-harvest, occurring mainly under conditions of high relative humidity and high temperatures (26ºC to 28ºC).  Among the seeds of  the Amazon region, seeds of de (cacau- Theobroma cacao L., pupunha- Bactris gasipaes, tucumã da Amazonas- Astrocaryum aculeatum ), that present problems fungals contamination during in their growing cultures sistems. Biocontrol methods with antimicrobial action: endophytic bacteria, rhizobacteria and the fungus Trichoderma ssp, among others, are being studied to reduce these fungal contaminations in in vitro and field studies. The objective of this work is to present a bibliographic review on the use of biocontrol methods as an alternative that is promising in the management of plant diseases in the post-harvest phase, with excellent results in crops of great economic importance. Thus, new ecologically sustainable alternatives demonstrate the possibility of  the studied products to be used in the management of anthracnose in the post-harvest period.

Keywords: Contamination. Fungus. Seeds