Interlocuções entre a psicologia analítica-comportamental e da libertação: algumas contribuições de Skinner e Martín-Baró

Revista de Psicologia

Endereço:
Avenida da Universidade - 2762 - Benfica
Fortaleza / CE
60020-180
Site: http://www.periodicos.ufc.br/psicologiaufc/index
Telefone: (85) 3366-7736
ISSN: 2179-1740
Editor Chefe: Laéria Beserra Fontenele
Início Publicação: 26/01/2018
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Humanas, Área de Estudo: Psicologia

Interlocuções entre a psicologia analítica-comportamental e da libertação: algumas contribuições de Skinner e Martín-Baró

Ano: 2016 | Volume: 7 | Número: 2
Autores: Glysa de Oliveira Meneses, Leonardo Carneiro Holanda, Verônica de Morais Ximenes, Walberto Silva dos Santos
Autor Correspondente: Glysa de Oliveira Meneses | [email protected]

Palavras-chave: ética, análise do comportamento, psicologia da libertação

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A ética nas relações, decisões e ações cotidianas é um atributo normalmente almejado pela maioria das pessoas. Todavia, parece sustentável afirmar que toda ação humana está pautada por uma ética específica. Sendo assim, o fazer científico não é exceção. Uma vez que a ciência se propõe a trazer uma mudança no modo de vida dos indivíduos, caberia à ética determinar de que forma essa ciência seria aplicada a fim de prover a mudança almejada. Nesse sentido, o presente artigo pretende articular a teoria e tecnologia da Análise do Comportamento, a partir de Skinner, com a proposta empreendida por Martín-Baró, principalmente no que diz respeito aos aspectos éticos. A partir disso, analisar-se-á de que modo poderiam esses referenciais teóricos coadunar para a construção de uma práxis favorável à promoção de comportamentos éticos, sob este referencial, em especial, no contexto da América Latina. As proposições da Psicologia da Libertação constituem um possível valor secundário a ser utilizado como diretriz do trabalho do psicólogo que trabalha no sentindo de promover a sobrevivência da cultura, valor ético primordial, segundo Skinner. Deste modo, a integração de diferentes perspectivas possibilita um movimento reflexivo acerca de seu fazer ético enquanto profissional.



Resumo Inglês:

Ethics in relationships, decisions and daily actions is an attribute usually desired by most people. However, it seems sustainable to affirm that all human actions are guided by a specific ethical. Thus, the scientific work is no exception. Since science aims to bring a change in the way of life of individuals, it is up to Ethics to determine how this science is supposed to be applied in order to provide the desired change. In this sense, this article aims to articulate the theory and behavior analysis technology from Skinner and the proposal undertaken by Martín-Baró, especially regarding to ethical aspects. After that, we will analyze how these might be a consistent theoretical framework for the construction of a favorable practice for the promotion of ethical behavior, under this framework, especially in Latin America. The Liberation Psychology propositions constitute a possible secondary value to be used as a guideline for psychologist work to promote the survival of culture, primary ethical value, according to Skinner. In this sense, the integration of different perspectives enables a reflexive movement concerning the psychologists ethical doing.