INVESTIGAÇÃO DA PEDAGOGIA NAS POLÍTICAS E PRÁTICAS CURRICULARES: UMA ARTICULAÇÃO COM A CIÊNCIA, A EPISTEMOLOGIA/ E A ECOLOGIA DE SABERES COMO FORMAÇÕES DISCURSIVAS

Revista Espaço do Currículo

Endereço:
Via Expressa Padre Zé - S/N - Cidade Universitária
João Pessoa / PB
58900-000
Site: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec
Telefone: (83) 3043-3170
ISSN: 1983-1579
Editor Chefe: Maria Zuleide Pereira da Costa
Início Publicação: 29/02/2008
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Humanas, Área de Estudo: Educação

INVESTIGAÇÃO DA PEDAGOGIA NAS POLÍTICAS E PRÁTICAS CURRICULARES: UMA ARTICULAÇÃO COM A CIÊNCIA, A EPISTEMOLOGIA/ E A ECOLOGIA DE SABERES COMO FORMAÇÕES DISCURSIVAS

Ano: 2011 | Volume: 3 | Número: 2
Autores: Márcia Maria de Oliveira Melo
Autor Correspondente: Márcia Maria de Oliveira Melo | [email protected]

Palavras-chave: Pedagogia, Epistemologia, Ciência, Discurso e Ecologia de Saberes

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este estudo apresenta pressupostos e indicativos teórico‐metodológicos de uma pesquisa que foi desenvolvida durante o estágio de Pós‐Doutoramento na Universidade do Minho  ‐ Portugal, com financiamento da CAPES/MEC  ‐ Brasil, intitulada “A pedagogia e a sua constituição no currículo dos cursos de Formação do Profissional da Educação/ Professores: políticas e práticas curriculares em confronto nas realidades portuguesa e brasileira, sob a interlocução do Professor José Augusto Pacheco do Centro de Investigação “Teoria e Desenvolvimento Curricular” desta universidade. Elege a pedagogia como objeto deste estudo, a ser compreendida nas suas dimensões epistemológica, ontológica, praxiológica e ético‐política, sob as influências de ordens discursivas oriundas dos contextos de mudança da sociedade, do debate teórico‐pedagógico e da relação entre as políticas e práticas curriculares institucionais. Requereu analisar contextos e textos, com base no Ciclo Contínuo de Política de Ball, S. e Bowe, R. (1992); Ball, S (2001; 2006), a envolver as instituições universitárias públicas investigadas (UFPE – Brasil; Universidades do Minho, Lisboa e Porto  ‐  Portugal). A parte da
pesquisa aqui abordada mostra a possibilidade de tratar de modo teórico‐metodológico discursivo o objeto deste estudo à luz de Ball (2001; 2006), Bernstein (1976a; 1976b), Fairclough (2001; 2005) e Santos (2007; 2004).