Mandala ecológica: análise da concepção sistêmica de meio ambiente por um grupo de alunos

ACTIO

Endereço:
Rua Dep. Heitor de Alencar Furtado - 5000 - Rebouças
Curitiba / PR
81280-340
Site: https://periodicos.utfpr.edu.br/actio
Telefone: (41) 9974-2279
ISSN: 2525-8923
Editor Chefe: Marcelo Lambach
Início Publicação: 01/08/2016
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Educação, Área de Estudo: Multidisciplinar

Mandala ecológica: análise da concepção sistêmica de meio ambiente por um grupo de alunos

Ano: 2020 | Volume: 5 | Número: 1
Autores: C. Coutinho, R. Ruppenthal, V. dos A. Baptista, M. B. Adaime
Autor Correspondente: C. Coutinho | c[email protected]

Palavras-chave: Ferramenta didática, educação ambiental, educação sustentável.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Neste artigo, investigamos ideias que se encontram ao pensar sobre meio ambiente de forma sistêmica e dialógica para a sustentabilidade. Para tanto, o presente trabalho propõe uma ferramenta didática, a mandala ecológica, para identificar as concepções que alguns alunos do Ensino Fundamental têm sobre o meio ambiente. Para constituição dos dados, um grupo de 104 estudantes do Ensino Fundamental de uma escola pública do Noroeste Rio-grandense foi convidado a responder questionamentos relacionados à definição de meio ambiente e sua composição na forma de desenho em espaço delimitado. Para análise das mandalas ecológicas buscou-se identificar as relações existentes entre os diferentes elementos, a concepção sistêmica de meio ambiente (natural, antrópica e/ou mista) que definiu as situações observadas, e a representação de meio ambiente como natureza, território e/ou problema. Além disso, os dados foram submetidos à análise estatística para estabelecer correlações entre as variáveis (idade, sexo, forma de organização, concepção sistêmica e representação de meio ambiente), para verificar o valor de dispersão entre as variáveis e ponderar o grau de associação existente entre as mesmas.Com os resultados obtidos, constatou-se que a maioria dos estudantes compreendeu a proposta de elaboração de desenhos conforme o padrão de mandala; empregou elementos diversificados, principalmente, os que remetem às questões naturais. Da mesma forma, apresentou uma concepção sistêmica predominantemente mista, e a representação de meio como natureza. Foi possível observar que o gênero (feminino e/ou masculino) não influenciou em nenhuma das respostas. Já a idade dos participantes mostrou correspondência significativa para a determinação da concepção sistêmica de meio ambiente. As mandalas ecológicas podem representar uma abordagem didática para a educação ambiental, aliando a realidade social à dimensão ecológica. Essa estratégia de avaliação do perfil ambiental pode auxiliar na construção de cidadãos comprometidos, de forma individual e coletiva, pois permite conhecer as fragilidades para, então, atuar no sentido de saná-las.



Resumo Inglês:

In this article, we investigate ideas that are found when thinking about the environment in a systemic and dialogical way for sustainability. For this, the present work proposes a didactic tool, the ecological mandala, to identify the conceptions that some elementary school students have about the environment. To compose the data, a group of 104 elementary school students from a public school in the northwest of Rio Grande do Sul was invited to answer questions related to the definition of the environment and its composition in the form of drawing in a limited space. For the analysis of ecological mandalas, we sought to identify the existing relationships between the different elements, the systemic conception of the environment (natural, anthropic and / or mixed) that defined the observed situations, and the representation of the environment as nature, territory and / or problem. In addition, the data were subjected to statistical analysis to establish correlations between the variables (age, sex, form of organization, systemic conception and representation of the environment), to verify the dispersion value between the variables and to consider the degree of existing association among them.With the results obtained, it was found that most students understood the proposal of drawing drawings according to the mandala pattern; employed diverse elements, mainly those that refer to natural issues. Likewise, it presented a predominantly mixed systemic conception, and the representation of the environment as nature. It was possible to observe that gender (female and / or male) did not influence any of the responses. The age of the participants, on the other hand, showed a significant correspondence for determining the systemic conception of the environment. Ecological mandalas can represent a didactic approach to environmental education, combining social reality with the ecological dimension. This strategy for assessing the environmental profile can assist in the construction of committed citizens, individually and collectively, as it allows to know the weaknesses and then act to remedy them.